Marcos Maia

Marcos Maia

baterista, percussionista e poeta

Foto Marcus Maia

Mini-Bio  Baterista/percussionista desde 1987 atuando em várias bandas entre elas Veni Vidi Vici, Soulzé, Groove, Cidadão Instigado, Únite, Quarto Elemento, Coletivo Universal, Bonjour Pará, Mistura 10, Sistema Asimov de Som e Velhos Moços, além de acompanhar artistas solo como Teófilo Lima, Chico Esperança, Dota Kehr, Reynaldo Bessa e Marcos Manulu. Oficinas de percussão nordestina realizadas com outros músicos da banda Soulzé em diversas cidades brasileiras (2004 a 2006). Produção de shows na cidade de Fortaleza – CE, com destaque para evento realizado em 2000 com Cássia Eller e Arnaldo Antunes. Produção de bandas cearenses em São Paulo (2005/2006), através do Coletivo Supernova. Membro e fundador do grupo de poesia cearense Confraria dos Canalhas (1997 a 2001). Menção honrosa no Prêmio Cidade de Fortaleza na categoria Contos (2000).

Discografia  Material registrado das seguintes bandas: Groove (1999), Los Coçadores Del Chaco (2000), Únite (2001), Soulzé (2003), Luiz Elétrico (2004) e Chico Esperança (2007).

Sites www.wix.com/arqmarcosmaia/mmaiawww.coletivosupernova.blogspot.comwww.marcosmaia.zip.net 

Eu tenho pressa – Gil Duarte e Sistema Asimov

 

COMPOSITOR Gil Duarte

MÚSICOS
Gil Duarte: voz
Demétrius Carvalho: baixo elétrico
Eric Barbosa: guitarra
Rodrigo O’Reilly Brandão: guitarra e teclado
Marcos Maia: bateria
Rafa Barreto: coro

LETRA

Se você não quiser chegar
Eu tenho pressa
Se você não quiser ver o mar
Eu tenho pressa
Sentado à beira da praia e olhar o horizonte a vista
Eu tenho pressa
Sentado à beira da praia e olhar o sol se pôr
Eu tenho pressa
Se você quiser ver o mar
Se você quiser caminhar
É só falar comigo
Eu tenho pressa